domingo, 11 de maio de 2014

Mamãe (Toquinho)

Ela é a dona de tudo Ela é a rainha do lar Ela vale mais para mim Que o céu, que a terra, que o mar Ela é a palavra mais linda Que um dia o poeta escreveu Ela é o tesouro que o pobre Das mãos do Senhor recebeu Mamãe, mamãe, mamãe Tu és a razão dos meus dias Tu és feita de amor e de esperança Ai, ai, ai, mamãe Eu cresci, o caminho perdi Volto a ti e me sinto criança Mamãe, mamãe, mamãe Eu te lembro o chinelo na mão O avental todo sujo de ovo Se eu pudesse Eu queria, outra vez, mamãe Começar tudo, tudo de novo


Ela é a dona de tudo Ela é a rainha do lar Ela vale mais para mim Que o céu, que a terra, que o mar Ela é a palavra mais linda Que um dia o poeta escreveu Ela é o tesouro que o pobre Das mãos do Senhor recebeu Mamãe, mamãe, mamãe Tu és a razão dos meus dias Tu és feita de amor e de esperança Ai, ai, ai, mamãe Eu cresci, o caminho perdi Volto a ti e me sinto criança Mamãe, mamãe, mamãe Eu te lembro o chinelo na mão O avental todo sujo de ovo Se eu pudesse Eu queria, outra vez, mamãe Começar tudo, tudo de novo

2 comentários:

maria do carmo silva freire disse...

Quantas lembrancas lindas veio ao meu coracao abencoado seja seu bloog muito lindo"

joao carlos disse...

Amém, obrigado Maria do Carmo,me alegro em saber que você gostou pode visitar e ficar a vontade.