sábado, 17 de setembro de 2011

Il Divo - Hallelujah (Aleluia)


Um soldado para casa voltou
Um garoto doente se curou
E não há trabalho no bosque

Um desamparado se salvou
por causa de uma boa ação
E hoje ninguém o despreza, Aleluia

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia

Um Ateu que começou a crer
Um Faminto hoje tem o que comer
E doaram a uma Igreja uma fortuna

A Guerra logo se acabará
E no mundo enfim reinará a Paz
E não haverá miséria alguma.

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia

Por que a norma será o Amor
E não governe a corrupção
Sendo o Bom e o melhor de Alma Pura

Que Deus nos proteja de um triste final
E que um dia possamos nos perdoar
E que acabem com Tanto ódio, Aleluia

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia

Um comentário:

Carlucio Bicudo disse...

Bela poesia!
que você tenha um Feliz 2012.
Abraços.

http://oliveirabicudo.blogspot.com/