quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Onde estava Deus?

Nos últimos dias estamos acompanhando o sofrimento do povo haitiano por causa de um terremoto que destruiu o país. Nesse momento é normal surgir uma pergunta: Onde estava Deus?


Como se Deus fosse um mero criado que quando precisa ele está pronto para atender, as pessoas esquecem de que ele é Deus e necessita de adoradores, de pessoas que assumam e respeitem sua divindade, mas hoje há uma confusão relativa ao sagrado provocado pelas seitas que se aproveitam da fragilidade das pessoas para propagar suas doutrinas vãs, essas muitas vezes não passam de uma mescla de verdade histórica com delírios de seus representantes.

Em uma tragédia o fato que marca é a destruição, mas desta destruição pode surgir homens novos para um tempo novo, a dor nos faz refletir sobre diversos aspectos de nossa vida, ajuda nos a encontrar com Deus e com o nosso ser que muitas vezes assume varias faces, é arrogante, bondoso, companheiro, atencioso, egoísta, vaidoso; com efeito, essa reflexão nós traz Deus.


quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

sábado, 9 de janeiro de 2010

Tempos Modernos




“[...] no mundo ocidental de hoje vivemos uma nova onda de iluminismo drástico, ou laicismo, como se queira chamá-lo. Tornou-se mais difícil ter fé, pois o mundo no qual estamos é completamente feito por nós mesmos, e nele Deus, por assim dizer, já não comparece diretamente. Não se bebe mais diretamente da fonte, mas sim do recipiente em que a água nos é oferecida. Os homens reconstruíram o mundo por si mesmos, e tornou-se mais difícil encontrar Deus neste mundo” (Entrevista em Castel Gandolfo, 5 de agosto de 2006 ).

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Oração pelo Santo Padre, o Summo Pontífice




Ó Jesus cabeça invisível da Santa Igreja, que a fundastes sobre uma firme pedra, e prometestes que as portas do inferno não prevalecerão nunca contra ela, conservai, fortificai e guiai aquele que lhe destes por cabeça visível. Fazei que ele seja o modelo do vosso rebanho, assim como é o seu pastor. Seja ele o primeiro por sua santidade, doutrina e paciência, assim como o é por sua dignidade; seja ele o digno Vigário de vossa Caridade, assim como o é da vossa Autoridade. Inspirai-lhe um zelo ardente de vossa glória, da salvação das almas e da santa religião. Dai-lhe coragem invencível para combater os inimigos de vosso Santo Nome, e uma firmeza inabalável, para se opor aos estragos do erro e da impiedade. Dai-lhe a plenitude do vosso espírito, para conduzir a barca agitada de vossa Santa Igreja através dos escolhos que a cercam.

Consolai o seu coração aflito, sustentai sua alma abatida, fazei voltarem suas ovelhas desgarradas. Ajudai-o a levar o peso de sua alta dignidade e de todos os trabalhos que a acompanham. Dignai-Vos, ó meu Deus, escutar benigno os votos que Vos dirigimos por ele, e concedei-lhe longos anos, para aumentar a vossa glória e o triunfo da vossa Santa Religião.

V. Oremos pelo nosso Summo Pontífice...(Bento XVI)

R. O Senhor o conserve, vivifique e beatifique na terra, e não o entregue nas mãos de seus inimigos. Amém.

Padre NossoAve-Maria e Gloria Patri (300 dias de indulgência)
 
Jesus, Nosso Senhor, cobri com a proteção do vosso divino Coração o nosso Santíssimo Padre ... (Bento XVI) e sede sua luz, sua força e seu consolo. (300 dias de indulgência)

"Oração pelo Santo Padre, o Summo Pontífice"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/index.php?secao=oracoes&subsecao=oracoes&artigo=oracao_pelo_papa〈=bra 
Online, 05/01/2010 às 11:56h