sábado, 26 de dezembro de 2009

Katherine Jenkins(Rejoice)


Musica bela que merece um destaque no meu Blog.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009




E agora, eis o que diz o Senhor, o que te criou...
Nada temas, porque Eu te resgatei,
e te chamei pelo teu nome; tu és meu.
Se tiveres de atravessar as águas, estarei contigo,
e os rios não te submergirão.
Se caminhares pelo fogo, não te queimarás,
e as chamas não te consumirão. 
Porque Eu, o Senhor, sou o teu Deus; 
Eu, o Santo de Israel, sou o teu salvador.

ISAÍAS 43,1-3

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Repensar



Preparai o caminho do Senhor,
endireitai suas veredas.
Todo vale será aterrado,
toda montanha e colina serão rebaixadas;
as passagens tortuosas ficarão retas e
os caminhos acidentados serão aplainados.
E todas as pessoas verão a salvação de Deus´” (Lc 3,4-6).

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Ofício da Imaculada Conceição(trecho)


Deus vos salve, Virgem, filha de Deus Pai!
Deus vos salve, virgem mãe de Deus Filho!
Deus vos salve, Virgem, esposa do Espírito Santo!
Deus vos salve, virgem, sacrário da Santíssima Trindade!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Liberta o Meu Povo (Adriana )




Hoje eu vou contar uma história pra você
Uma história real de amor e de fé
Foi há muito tempo atrás quando Deus falou:
Moisés, coloca-te de pé
Toma então o teu cajado e deixa o resto para trás
Eu te escolhi, não te deixarei jamais
Eu sou o que sou, sou Deus e estarei sempre contigo
Sê fiel a mim e eu serei o teu abrigo

Presta atenção então no que agora vou falar
Ouve bem, uma ordem vou te dar
Liberta o meu povo e tira do Egito
E dá uma chance a essa gente, povo sofrido
Confia em mim porque sou teu maior abrigo

Deus um dia então mandou para nos salvar
Jesus Cristo, primogênito do amor

Ouve então Jesus dizer: deixa o resto para trás
Eu te escolhi, não te deixarei jamais
Dá-me então o teu coração e estarei sempre contigo
Sê fiel a mim e eu serei o teu abrigo

Presta atenção então, não te deixes aprisionar
Pelos restos que o mundo quer te dar

Liberta-te agora se estás ferido
Eu te conheço bem e sei que tens sofrido
Confia em mim porque sou teu melhor amigo.

domingo, 15 de novembro de 2009

Comigo estás-Flavinho



Como uma águia voa alto
em busca de um sol,
que brilha mais.
Assim meu coração por ti anseia!

Quero levantar a ti meus olhos,
confiante que não vais
me desprezar.
Pois teu amor é mais que minhas faltas!

Comigo estás!
Comigo estás!
Comigo estás!
E confio que prá sempre estarás!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Anuncia-me(Pe.Jonas Habib)



Anda no pecado o Meu povo escolhido,
Não encontro sequer um coração contrito
Disse-me o Senhor: Vai falar por Mim, anuncia-Me.
Vai falar por mim, anuncia-Me.

Eu não sei falar, sou apenas uma criança
Ah eu não sei falar, sou apenas uma criança.
Tenho medo Senhor,
vem falar por mim, misericórdia.

Tens a vocação de não calar a minha voz
Vamos coragem grita Meu amor entre as nações
Disse-me o Senhor:
Vai falar por Mim, anuncia-Me.

Tão pequeno sou
até os homens temo,
Como falar Senhor, de um Deus tão Grande e Terno?
Tenho medo Senhor,
vem falar por mim, misericórdia.

Não há o que temer, sou Eu quem falarei em ti
Não há o que temer, sou Eu quem falarei em ti
Pois estou contigo
para te livrar,
confia em Mim.

Vai, confia em mim, anuncia-Me!
Vai confia em mim, anuncia-me!
Vai!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Só em Deus-Maria do rosário



Só em Deus o repouso encontrei, só em Deus achei abrigo
Ele é a rocha firme amor, Ele é meu grande amigo


Ele é Jesus meu Salvador, Jesus, meu Rei e Senhor eu sei

Ele é Jesus, meu Salvador, Jesus, meu Rei e Senhor.


Só em Deus fortaleza encontrei pra vencer o inimigo
Só em Deus a vitória alcancei, Ele sempre está comigo.







sábado, 24 de outubro de 2009


"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam
Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela" (Salmo 127:1).

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Igreja Santa

Marcha da Igreja
Solo: Reunidos em torno dos nossos pastores,
Todos: Nós iremos a Ti
Solo: Professando todos uma só fé,
Todos: Nós iremos a Ti
Solo: Armados com a força que vem do Senhor,
Todos: Nós iremos a Ti
Solo: Sob o impulso do Espírito Santo,
Todos: Nós iremos a Ti
Solo: Igreja Santa, Templo do Senhor

Todos: Glória a Ti, Igreja Santa, ó cidade dos cristãos
que Teus filhos hoje e sempre vivam todos como irmãos.

Seguindo os passos de Pedro e Paulo, …
Seguindo os primeiros cristãos, …
Pisando esta terra vermelha de sangue, …
Pisando esta terra que guarda seus corpos,…

Com nossas irmãs e irmãos nos claustros,…
Com os nossos irmãos sofredores , …
Com os padres que sobem ao altar, …
Com os padres que partem em missão, …

De nossas fazendas e nossas cidades,…
De nossas montanhas e nossas baixadas,…
De nossas cabanas e pobres favelas…
De nossas escolas e nossos trabalhos,…

Curvados ao peso de nosso trabalho,…
Curvados ao peso de nosso pecado,…
Confiantes por sermos os filhos de Deus,…
Confiantes por sermos os membros de Cristo…

Cidade dos Cristãos

sábado, 26 de setembro de 2009

Virgem do Silêncio (Toca de Assis)


Nossa Senhora Virgem do Silêncio,
Quero sempre te amar,
Deitar no teu colo, sentir teu perfume,
Teu carinho materno ganhar.
Lágrimas de sangue nos teus olhos,
Estígma e martírio da alma.
Mãezinha minha vida,
Pra igreja quero consumir.
Quero estar ao teu lado na cruz
Sofrendo as dores de Jesus
E dizer que na loucura da cruz vou seguir.



sábado, 29 de agosto de 2009

Não Desista do Amor (Pe. Fábio de Melo)

Eu sei que é difícil esperar
Mas Deus tem um tempo pra agir e pra curar
Só é preciso confiar

Se a cruz lhe pesa
Não é pra se entregar
mas pra se aprender amar
Como alguém que não desiste

A dor faz parte do cultivo desta fé
E só quem sabe o que se quer
Quem luta para conseguir ser feliz

Não desista do amor, não desista de amar
Não se entregue a dor porque ela um dia vai passar
Se a cruz lhe pesou e quer se entregar
Tal como Cirineu, Cristo vai lhe ajudar

sábado, 15 de agosto de 2009

Salmo 11

Salmos, 11

1.Ao mestre de canto. Uma oitava abaixo. Salmo de Davi.
2.Salvai-nos, Senhor, pois desaparecem os homens piedosos, e a lealdade se extingue entre os homens.
3.Uns não têm para com os outros senão palavras mentirosas; adulação na boca, duplicidade no coração.
4.Que o Senhor extirpe os lábios hipócritas e a língua insolente.
5.Aqueles que dizem: Dominaremos pela nossa língua, nossos lábios trabalham para nós, quem nos será senhor?
6.Responde, porém, o Senhor: Por causa da aflição dos humildes e dos gemidos dos pobres, levantar-me-ei para lhes dar a salvação que desejam.
7.As palavras do Senhor são palavras sinceras, puras como a prata acrisolada, isenta de ganga, sete vezes depurada.
8.Vós, Senhor, haveis de nos guardar, defender-nos-eis sempre dessa raça maléfica,
9.porque os ímpios andam de todos os lados, enquanto a vileza se ergue entre os homens.

domingo, 9 de agosto de 2009

Cara de Família (Pe. Fábio de Melo)


Meu pai me disse que a vida,
Não tem nada de marcada,
E que o destino não é nada,
Levando a gente na vida.

Toda vez Que eu paro e olho,
Pra esse velho companheiro,
Vejo quem deu pra essas paredes,
Essa cara de família.

Deixa eu ver a mão machucada,
Te levanta, deixa essa cama,
Estou tão triste, quero falar-te,
Fica calmo filho, não chora!
E não sabem dar valor pra essas coisas...
Ter um lar é um tesouro!

Minha mãe me disse umas coisas,
Sobre os ódios do meu peito,
Disse que o ódio que se guarda,
Vai matando só quem sente,


Minha mãe juntou as minhas mãos,
Ainda quando eram pequenas,
E me falou que tinha um Deus,
Que era um tal papai do céu,
Que era Pai!

Deixa eu ver a mão machucada,
Te levanta, deixa essa cama,
Estou tão triste,
Quero falar-te,
Fica calmo filho, não chora!
E não sabem dar valor pra essas coisas...
Ter um lar é um tesouro!

Meu Deus, como seria bom,
Seria bem melhor se fosse sempre assim...
Meu Deus como seria bom,
Somente hoje pude ver o que isso fez pra mim...

Meu Deus como seria bom,
Seria bem melhor pra cada um,
E assim pra todos nós!!!

terça-feira, 23 de junho de 2009

O CURA D'ARS


“Quando vamos confessar-nos, é preciso compreender o que é que vamos fazer; pode-se dizer que vamos despregar Nosso Senhor da cruz. Uma confissão bem feita acorrenta o demónio. Os pecados que nós escondemos reaparecerão todos. Para que sejam definitivamente perdoados é necessário que bem os confessemos. Nossas culpas são grãos de areia ao lado da grande montanha que é a misericórdia de Deus.”
São Joao Maria Vianney

terça-feira, 16 de junho de 2009

O Céu Está Rezando Por Ti (Anjos De Resgate)

O céu inteiro está rezando por ti,
se for preciso nós estamos aqui.


Se a cruz, te parece pesada demais
Sê fiel e não perca a esperança da paz
Não se esqueça que o amor, que emana de
Deus não vai se acabar.


O céu inteiro está rezando por ti,
se for preciso nós estamos aqui.

Anjos e Santos intercedem por ti,
e se preciso for estamos aqui.
Se o mundo te humilha e te faz dizer não
Creia em Deus,

ele vai te mostrar sua direção.
No extremo da dor
O teu Deus segurou forte a tua mão.


O céu inteiro está rezando por ti,
se for preciso nós estamos aqui.


Anjos e Santos intercedem por ti,
e se preciso for estamos aqui.
No extremo da dor
O teu Deus segurou forte a tua mão.


O céu inteiro está rezando por ti,
se for preciso nós estamos aqui.


Anjos e Santos intercedem por ti,
e se preciso for estamos aqui.


quarta-feira, 10 de junho de 2009

Corpus Christi


Tão sublime Sacramento,
adoremos neste altar,
Pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar.
Venha a Fé,
por suplemento os sentidos completar.
Ao eterno Pai cantemos e a Jesus,
o Salvador.
Ao Espírito exaultemos na Trindade,
Eterno Amor.
Ao Deus Uno,
e Trino demos a alegria do louvor.
Amém,
Amém.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Creio


Creio no sol,

mesmo quando ele não brilha.

Creio no amor,

mesmo quando não o sinto.

Creio em Deus,

mesmo quando ele se cala.




PS: Em uma cidade em ruinas,foi encontrada,
na parede de um refugio, a profisão de fé de um perseguido.

domingo, 12 de abril de 2009

Ao partir o pão (Walmir Alencar)






Quem podia imaginar que aquela cruz

era só o começo de uma história de Amor?

Comentavam, com grande dor, tudo o que se passou, e jamais esperavam reencontrar o Senhor.

Aconteceu sem mesmo esperar,

Ele apareceu em meio aos discípulos a caminhar, falava de amor e o som de sua voz abrasava os seus corações e diziam:“Senhor,fica conosco, é tarde, o dia declina. Quase sem esperanças partimos sem direção, mas ao redor da mesa se abriram os nossos olhos, te reconhecemos ao partir do pão!”

Já não chores Jerusalém, a alegria voltou,

teu Senhor está vivo Ele ressuscitou

Via Sacra (Irmã kelly patricia)


Senhor, pela tua paixão, no abandono da cruz, tem piedade de nós, jesus pelo sangue jorrado do teu coração, pelo teu sacrifício misericordia.
Deus santo, deus forte, deus imortal e de poder, nós te adoramos, te bendizemos, te glorificamos o senhor
Deus santo, deus forte, deus imortal e de poder, nós te adoramos, te bendizemos, te glorificamos o senhor
Deus pai, vos ofertamos o corpo e o sangue de cristo sua alma e sua divindade em espiação de nossos pecados
Deus santo, deus forte, deus imortal e de poder, nós te adoramos te bendizemos te glorificamos o senhor
Deus santo, deus forte, deus imortal e de poder, nós te adoramos te bendizemos te glorificamos o senhor.

Regaço Acolhedor (Irmã Kelly Patricia)



Oh, minh'alma
retorna à tua paz
Como criança bem tranqüila
No regaço acolhedor de sua Mãe.
Minha Mãe é a Virgem Maria
É ela que agora vai
me acolher, me abraçar,
me perdoar, me compreender,
me acalmar, me ensinar,
me educar,
me formar, me amar.
Oh, minh'alma retorna à tua paz...

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Dies Irae (Giussepe Verdi)

video

PS:Pintura de Michelangelo,Capela Sistina ,Vaticano.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Por que retornar à Missa de São Pio V?

APRESENTAMOS A SEGUNDA CARTA



Do Rev. Padre Louis Demornex a seus paroquianos em CASERTA, ITÁLIA.


Reflexões e comparações entre as duas Missas.

1- A Missa Católica (do Catecismo de São Pio X).

A santa Missa é o sacrifício do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo que, sob as espécies do pão e do vinho, se oferece por mãos do sacerdote a Deus sobre o altar, memória e renovação do sacrifício da Cruz.

- Se trata de um verdadeiro sacrifício ou imolação do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus.

- O sacerdote é o sacrificador da vítima oferecida pelos pecados do mundo. É Cristo que na pessoa do sacerdote, se oferece a Deus Pai para expiar pelos nossos pecados e livrar-nos do mal.

- A presença do Senhor é real, substancial e física sob as espécies eucarísticas, prescindindo da presença do povo.


Praticamente:


- Afirmação da presença do Corpo, Sangue, Alma e Divindade de nosso Senhor Jesus Cristo sob as aparências do pão e do vinho, isto é, a substância do pão e do vinho é transformada na substância do Corpo e Sangue do Senhor.

- Afirmação do sacerdócio ministerial, isto é, o sacerdote é consagrado com um caráter indelével para ser em eterno um outro Cristo, para permitir que Cristo na sua pessoa e através da sua pessoa, abençoe, perdoe os pecados e consagre o pão e o vinho.

- A Missa é válida e justificada ainda que esteja presente apenas o sacerdote, porque Cristo no sacerdote consagra a Si mesmo nas espécies eucarísticas e se oferece ao Pai como vítima pelos nossos pecados renovando o sacrifício do Calvário, onde sozinho e abandonado se imolava por todos nós.

2- Na nova Missa - (Instituição Geral do Missal Romano, nE° 7)

A ceia do Senhor, ou Missa, é a santa assembléia ou reunião do povo de Deus que se reúne sob a presidência do sacerdote para celebrar o memorial do Senhor. Portanto, no que diz respeito à reunião local da santa Igreja, vale de modo eminente a promessa de Cristo: "Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu estou no meio deles" (Mt., 18, 20).

- Se trata de uma reunião do povo.

- O sacerdote é o presidente de uma assembléia para dirigir o encontro. Ele é em tudo igual aos fiéis ( ato penitencial inicial e rito de comunhão comum ao sacerdote e aos fiéis).

- A presença do Senhor é puramente espiritual, e se faz possível através da reunião do povo, portanto inexistente sem o povo.

Praticamente:

- Negação implícita da presença real do Senhor nas espécies eucarísticas. Afirmação de uma mera presença espiritual no povo.

- Negação do sacerdócio ministerial, relegando-o a uma função de presidência para dirigir uma assembléia ( na nova linguagem o sacerdote preside a Missa, não mais celebra a Missa).

- Não tem sentido uma Missa sem a presença do povo, o qual é necessário para garantir a presença espiritual do Senhor.



# # #



Se as palavras possuem algum sentido, é impossível não constatar à primeira vista essas diferenças.

Se por outro lado não era intenção do Redator dar esse significado às suas palavras, ou seja, modificar totalmente a doutrina católica sobre a santa Missa, então que ele volte à escola primária para aprender a se expressar.

Mas como o redator era inteligente, é claro que ele quis exprimir o seu pensamento e a sua fé em termos inequívocos.

Depois, foi redigida uma outra definição da Missa, menos herética, mas isso não mudou a realidade do novo rito.

É como se um arquiteto desenhasse a planta de uma casa e depois da sua construção ele percebesse que a casa não se sustenta de pé, aí então ele se contentasse em mudar a planta sem no entanto modificar a casa.

Ouçamos a voz dos protestantes, neste caso, bem mais iluminados do que os Católicos:

Lutero, a respeito do rito católico:

"Eu declaro que todos os bordéis, os homicídios, os furtos, os assassinatos e os adultérios não são nada em comparação com aquela abominação que é a missa papista.".

Os protestantes de hoje a propósito do novo rito:

Max Thurian (da Comunidade de taizé, um dos seis pastores que participaram na redação do novo rito - La Croix, 30.5.1969): "Um dos frutos do Novus Ordo será que talvez as comunidades não Católicas poderão celebrar a santa ceia com as mesmas orações da Igreja Católica. Teologicamente é possível."

Siegevalt (professor na Faculdade protestante de Strasburgo - Le Monde, 22.11.1969): " Agora, na missa renovada, não há nada que possa perturbar o cristão evangélico"

S. A. Teinone (teólogo luterano - La Croix, 5.5.1972): " A maior parte das reformas desejadas por Lutero existem de agora em diante no próprio interior da Igreja Católica...então por que não reunirmo-nos?"

- A este ponto quem não quer ver e compreender é no mínimo desonesto.

- Não interessa o que agrada e o que não agrada, o importante é a Verdade, isto é, a comunhão com Deus.

- Criar um rito que agrada, mas que é falso e herético é o mesmo que dar murros ao vento com a ilusão de amassar o pão.

- Além do mais é uma injúria contra Deus e uma traição aos fiéis católicos.

Fala-se de obediência.

Mas se alguém me apresentar uma pedra e me disser que por obediência devo acreditar que é um pão, posso até crer por ignorância, por medo, por comodismo, mas nada disso diminui o fato de que uma pedra é uma pedra.

A obediência na Igreja é uma arma mortífera se mal interpretada, porque toda a vida da Igreja está baseada na obediência, sendo a Igreja uma sociedade monolítica construída sobre Pedro.

Portanto o primeiro obediente deve ser o Papa, que não pode afastar-se da verdade:

" O Espírito Santo não foi prometido aos sucessores de Pedro, para que por sua revelação, ensinassem uma nova doutrina, mas para que por sua assistência, guardassem santamente e expusessem fielmente a revelação transmitida pelos Apóstolos, ou seja, o depósito da Fé." (Concilio Vaticano I).

Se por hipótese o Papa se afastasse da verdade, dada a mentalidade Católica, ele arrastaria com muita facilidade toda a Igreja para fora da verdade.

Ora, através das duas diferentes definições de Missa e do comentário dos protestantes, torna-se claro que o novo rito se afastou da doutrina católica a respeito da Missa.

Não se julga as intenções, olha-se para os fatos e contra fatos os argumentos e as intenções nada valem. Não interessa as justificativas dos inovadores sobre uma presunta "maior riqueza contida nos novos livros litúrgicos".

Por obediência, se passou de uma realidade da Missa, católica, dogmática, canonizada, para uma realidade protestante.

Será que eu posso chamar uma pedra de pão só por obediência?

Posso por acaso seguir um rito reformado só porque assim me ordenou a Autoridade? Muito cômodo! Peçamos então aos protestantes que se tornem novamente Católicos em nome da obediência!

Posso por acaso chamar a Missa Católica, "nova missa", tão longínqua das definições do Concílio dogmático de Trento e tão aplaudida pelos protestantes, usando o pretexto de que esta foi imposta do "Alto"?

A primeira regra da obediência é a vontade divina, assim diz São Tomás de Aquino, e a segunda regra é a vontade dos superiores na medida em que esses aderem a Cristo. Pelo qual é um dever repreender os superiores caso esteja em jogo um perigo para a fé. Neste caso os superiores deveriam ser repreendidos pelos seus inferiores e até mesmo publicamente. Esse foi o modo como agiu São Paulo em relação a São Pedro (Summa Theologiae, II-II, q. 33, a. 4, ad 2m).

Dizem que basta rezar com devoção.

Mas muitos protestantes, muçulmanos ou budistas rezam com sincera devoção, e nem por isso podemos dizer que seus cultos são verdadeiros.

"Os deuses dos pagãos são demônios" (Salmo 95).

Dizem que todos agem assim.

Por ter afirmado a verdade, Jesus ficou só diante de Pilatos e isso não diminui o fato de que apenas Ele tinha razão.

Em suma, quando se diz que o novo rito da Missa representa, seja no seu todo como nos seus detalhes, um impressionante afastamento da teologia Católica da Santa Missa, tal qual essa foi formulada na sessão XXII do Concílio Tridentino, de forma alguma se trata de opinião pessoal de qualquer cardeal tradicionalista retrógrado, mas sim da fé de toda a Igreja expressa naquele Concílio Dogmático. Se depois de tudo isso alguém quisesse se afastar, teria toda a liberdade, mas que não continuasse usando o nome de Católico para não confundir os filhos da Igreja.

Não interessa quem escreveu aquela definição, interessa a verdade sobre a Missa.

Há alguns que alegam que os dois ritos são equivalentes.

É como se me dissessem que o violino e a guitarra são iguais. Por que não experimentam pedir ao grande Paganini para tocar o IV concerto brandeburguês com o arco sobre as cordas de uma guitarra? Depois me dêem notícias dessa obra prima!

Peçam a um sacerdote sério pra celebrar o sacrifício do Calvário com este instrumento protestante que é o novo rito (anglicano-calvinista), forjado para recordar unicamente a ceia do Senhor, e provavelmente vocês terão uma Missa, mas verdadeiramente deturpada.

Por outro lado, se fossem equivalentes (e o nega seja a teologia católica, seja a protestante), por que motivo inventar um rito todo novo quando já temos um belíssimo, feito e aprovado por toda a história e teologia da Igreja?

Seguindo a nova definição da Missa - e até mesmo os teólogos protestantes confirmam que o conteúdo corresponde à definição - não se faz mais aquilo que antes fazia a Igreja Católica. Será então que deveríamos concluir que o sacrifício perpétuo foi abolido?

Em suma:

- se para a validade da Missa é necessário fazer aquilo que faz a Igreja;

- e se a Igreja de hoje não faz mais o que fazia a Igreja de ontem e de sempre;

Seria necessário concluir que a Missa de hoje não tem validade?

A validade da Missa depende então da fé pessoal do "presidente", e muitos "presidentes", por causa dos defeitos já elencados, demonstram uma clara diminuição de sua fé e alguns nem mesmo crêem mais (40% na França), sobretudo os jovens educados dentro dessa nova mentalidade.

Que há uma diminuição da fé, esse é um fato evidente:

- o Santíssimo Sacramento, no tabernáculo, ficava no centro de nossas igrejas, entronizado sobre o altar principal, objeto de imediata adoração para quem ali entrava. Hoje na maioria das igrejas foi removido e muitas vezes nem mesmo se sabe onde o colocaram. Isso quando não é arrumado de modo verdadeiramente indecoroso! (eu mesmo tive oportunidade de vê-lo em meio a trastes velhos, numa caixa de papelão dentro de um depósito). O lugar central agora é reservado à mesa;

- A tal mesa não é mais um altar onde antes se guardava as relíquias dos mártires, mas simplesmente uma mesa;

- Se reza a Missa voltado para o povo, à moda dos calvinistas e anglicanos e não mais voltados para o oriente ( na direção de onde surge o sol, símbolo do Cristo ressuscitado) ou o tabernáculo;

- Incensa-se o Santíssimo da mesma forma que se incensa as estátuas ou o povo: 3X2 ao invés de 3X3 como se fazia antes;

- Durante a Consagração não mais se incensa enquanto se incensa a mesa, as estátuas e o povo (quando se usa o incenso!);

- Não se faz mais a genuflexão depois das palavras da Consagração, antes da elevação. Será que há dúvidas de que essas palavras ditas pelo sacerdote são realmente eficazes? Apresenta-se a hóstia ao povo e o povo consagra junto com o sacerdote (sacerdócio comum do "presidente" e dos batizados?);

- Existe ainda a tendência de se querer diminuir o número das missas durante a semana, substituindo-as talvez pela leitura da Bíblia, enquanto antes a Missa era obrigatória todos os dias, em todas as paróquias;

- A comunhão é dada na mão dos comungantes, ao passo que até 1989 era considerado um sacrilégio tocar o Santíssimo;

- A comunhão é recebida em pé ou sentado, enquanto antes se recebia de joelhos com uma geneflexão antes e depois ao se levantar;

- Todos os homens e mulheres, podem tocar o Santíssimo e até mesmo distribuí-Lo, enquanto antes era um privilégio único dos sacerdotes ou diáconos;

- Não se usa mais a pátena, por isso os Fragmentos caem pelo chão e são pisados (Lúcifer deve invejar este pecado que ele jamais conseguiu cometer);

- Se joga fora a água das abluções logo depois da comunhão (isso quando fazem abluções!), enquanto antes o sacerdote, depois de ter lavado os dedos com o vinho e com a água, bebia tudo;

- Supressão geral da bênção eucarística.

Sobre esses pontos, os sacerdotes mais devotos se encontram num conflito constante e devem lutar continuamente contra as perversões advindas desta novidade, ou então devem se adequar mesmo violando suas consciências.

Outros fenômenos concomitantes:

- Nos anos 70, cerca de cem mil sacerdotes abandonaram o sacerdócio, e não por motivos fúteis ou vulgares, mas devido à crise religiosa e de identidade. Desculpem-me, mas se uma doutrina (sobre o sacerdócio e a Missa) que lhe foi ensinada como verdadeira, num golpe só, lhe é declarada como equivocada, é natural que você resolva mandar tudo pelos ares;

- Existe uma proibição insidiosa contra o verdadeiro rito católico, como se fosse um terror sacro, uma antipatia visceral inexplicável, um ódio sobrenatural só de pensá-lo (Lutero não está muito longe!);

- Pela primeira vez na história, as reformas das ordens religiosas não provocaram um retorno ao rigor dos fundadores, mas uma adaptação e uma abertura maior à mentalidade do mundo, da qual os religiosos antes eram desapegados e afastados. E tudo isso estranhamente organizado pelos próprios Superiores Maiores, enquanto semeia-se a suspeita, o desprezo e a marginalização por aqueles religiosos que quiseram manter sua fidelidade ao hábito, aos votos e às suas regras religiosas;

- Os sacerdotes e muitos religiosos se secularizaram (hábito e estilo de vida);

- Os leigos passaram a fazer parte do clero, com a introdução do diaconato permanente para homens casados;

- Os seminários e conventos de fecham ou se adaptam à mentalidade do mundo;

- Cada vez mais os "católicos" se "consagram" às chamadas "comunidades eclesiais", fundadas por mestres dúbios, espécie de gurus, formando assim espécies de guetos separados, superiores à comunidade dos fiéis, com seus ritos floridos e multicoloridos e sua própria hierarquia;

- Variações infinitas no que diz respeito ao dogma, à moral, à Sagrada escritura, à liturgia;

- Entre os fiéis, cada vez mais, ganha terreno a idéia de que todas as religiões são boas, desde que o homem seja bom.

As chagas são incontáveis, a confusão é total, a Igreja tornou-se uma Babel.

E então se faz necessário retornar à alma da Igreja: a santa Missa autêntica, não reformada, na espera de tempos melhores.

E uma vez que, como diz o provérbio latino: "Lex orandi, lex credenti" (a lei da oração estabelece a lei da Fé), ou seja, assim como se reza, assim se crê, da verdadeira Missa Católica desabrocha a fé católica necessária para a salvação.

A Santa Missa não é uma invenção do Papa São Pio V, mas a compilação da Missa romana antiga da qual foram tirados alguns acréscimos introduzidos no decorrer dos séculos: em suma, esse é o rito romano antigo retornado à sua simplicidade primitiva e tornado obrigatório depois de apenas seis meses de trabalho em todo o orbe católico e até o fim do mundo, com ameaças para quem ousasse retocá-lo.

Não é como a nova Missa, que depois de trinta anos ainda está em fase de pesquisa e de modificações, sujeita ao capricho desse ou daquele "presidente" ou de qualquer liturgista de plantão, os quais não sabem o que querem e nem pra onde vão, todavia se acham infalíveis e investidos de poderes absolutos, de autoridade drástica. Cheios de ciência, competência, eles sabem de tudo!

"Orgulho é sem dúvida aquela confiança em si mesmo pelo qual se erguem como regra universal. Orgulho é aquela vanglória que ali se apresenta fazendo os dizer, altivos e inchados: nós não somos como o resto da humanidade! E que para não os fazerem entrar em confronto com os demais, lhes empurra para as mais absurdas novidades." (São Pio X).

"Virá um tempo em que não suportarão mais a sã doutrina e levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si, afastarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas" (2 Tim., 4, 3-4).

"Se o sal perder o sabor, não serve senão para ser jogado fora e pisoteado pelo povo" (Mt, 5, 13).

“Resisti-lhe fortes na fé.” (I Ped 5, 9.)



Padre Louis Demornex.

http://www.derradeirasgracas.com/2.%20Segunda%20P%C3%A1gina/O%20Poder%20da%20Santa%20Missa/Porque%20retornar%20a%20celebrar%20a%20missa%20de%20São%20Pio%20V.%202ª%20carta..htm

Jesus é o único Salvador e não o único intercessor

Quando Paulo diz que Jesus “é o único mediador entre Deus e os homens” (1Tm 2,5-6), ele quer dizer que Jesus é o único Salvador e não o único intercessor. Para confirmar, observe que o vs 6 fala sobre “salvação” e não sobre “intercessão”:

“Jesus Cristo, homem, que se entregou como resgate por todos”

Na verdade, existem muitos intercessores. O novo testamento está repleto de passagens que nos exortam a interceder uns pelos outros, inclusive, a que precede o versículo citado acima:

“Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graça por todos os homens (…). Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador” (1Tm 2,1-3).

“Orai uns pelos outros para serdes curados” (Tg 5,16b)


Logo, Jesus não pode ser o único intercessor. No entanto, todo e qualquer intercessor, sempre ora e obtém a graça em nome de NS Jesus Cristo, e não em seu próprio nome. Pois é somente através de Jesus Cristo que temos acesso ao Pai.

http://www.cot.org.br/igreja/intercessao-dos-santos-no-ceu-e-biblico.php

Olhar de Jesus



Este Olhar não incomoda nem assusta
É um chamado ao Amor, a cada criatura
Só o Meu olhar te ensinará a amar
E isto, ninguém no mundo poderá te dar

Olha-me com alegria e amor, proteger-te-ei de cada dor
Não adormece sem antes bem fixar o teu olhar no Meu
Falar-te-ão, Meus olhos, de um Amor perfeito e profundo

Fixa bem teu olhar no Meu e afasta-te do mundo...
Quero sussurrar ao teu coração tantas belas coisas em um único segundo

Fixando, profundamente, teu olhar no Meu
Encontrarás Amor, Perdão e Paz

Ao sair de casa, leva o Meu Olhar Bendito
Proteger-te-ei até que retornes ao lar
Não esqueças, em teu labor cotidiano, sê feliz e orgulhoso deste Olhar

Assim que tiveres guardado Meu Olhar em teu coração
Darás a teus irmãos, Amor, Perdão e Paz
Meu filho predileto, então, serás e teu coração encontrará a perfeição.

"...assim quanto mais eles usaram de violência para ocupar os lugares de culto, mais eles se separaram da Igreja. Eles PRETENDEM representar A IGREJA; na realidade, expulsam-se a si próprios e perdem-se. Ainda que os católicos fiéis a TRADIÇÃO se reduzam a um punhado, são eles a VERDADEIRA Igreja de Jesus Cristo..." (Santo Atanásio)

sábado, 14 de fevereiro de 2009


Quando for levantado da terra,
atrairei todos os homens a Mim (Jo 12, 32)

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Dom Aldo Di Cillo Pagotto

Arcebispo da Paraíba/PB - 04 Feb 2009

Stalin elaborou o seguinte decálogo em 1913, preparando a revolução comunista de caráter bolchevista. Propõe um roteiro metodológico para a desestabilização das instituições sociais e, consequentemente, sua desorganização. O princípio destruidor reside na negação de valores éticos e morais. Primeiramente se destroem os valores nas pessoas. Depois se avança aos outros estágios de corrupção nas demais pessoas e na sociedade. Por fim a corrupção culmina com a tomada do poder, imposto de forma cruel! O decálogo de Stalin corresponde à negação dos Mandamentos da Lei de Deus. Em outras palavras, trata-se da negação dos direitos divinos.

Ora, o decálogo divino tem por princípio e fundamento o Amor de Deus e o serviço ao próximo. Os direitos divinos fundamentam os verdadeiros direitos humanos. O decálogo stalinista-bolchevista tem por princípio o ódio. Por fundamento tem a provocação do caos e por metodologia a tirania. Em poucas frases, nota-se a provocação de dúvida e revolta, por sua vez geradoras de conflitos. Até hoje essa desorganização e metodologia de contestação é usada por certos movimentos populares. É fácil identificar a liberação das paixões desregradas, o orgulho e a sensualidade, provocando em nós atitudes de violência.

Se o leitor notar qualquer outra semelhança ou coincidência, a responsabilidade é do autor do decálogo e não minha, articulista. Cá pra nós, o tal decálogo do Stalin serve de pista para detectar e interpretar certos fatos que acontecem por aí. Vejamos, pois:



1) Corrompa a juventude dando-lhe total liberdade sexual;



2) Infiltre-se e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;



3) Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os aos discursos sobre assuntos sociais;



4) Destrua a confiança do povo nas Instituições e em seus líderes;



5) Fale sempre sobre a democracia e em Estado de direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o poder sem nenhum escrúpulo;



6) Colabore para o esbanjamento do dinheiro público. Coloque em descrédito a imagem do país, especialmente no exterior e provoque pânico e desassossego na população, por meio da inflação;



7) Promova greves nas indústrias do país, mesmo greves ilegais;



8) Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;



9) Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença na promessa dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não comunistas, expô-los ao ridículo e obrigá-los, sem piedade, a votar somente no que for dos interesses da causa socialista;



10) Procure catalogar todos aqueles que possuem armas de fogo para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa comunista.



FONTE: Arquidiocese da Paraíba/PB

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Viver de fé



Ir. Kelly Patrícia

Nesta noite escura, ferido
Se encontra meu coração
Mas minha condição de ser uma alma livre
É voar em direção ao mais alto
E deixar os hábitos imperfeitos e voluntários
Que conseqüentemente
Impedem-me de enxergar
O bom da noite que é viver de fé, viver de fé

Ah, enfim corro buscando o meu Amado
Pelos vales e campinas
Ah, encontro-Te depois de morte e vida
Alcanço-Te ressurgida de uma só ferida
Que agora somente brilha

Mas para chegar a isto
Caminhei por pântanos sombrios
E desconhecidos para mim

Mas agora, enfim, chego ao ideal
De conhecer tais caminhos
Que agora não são mais estranhos,
Agora são jardins
Meu ser é um jardim, cada sentido um canteiro
Meu ser é um jardim.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Profecia de São Nilo


Depois do ano 1900, por meados do século XX, as pessoas desse tempo tornar-se-ão irreconhecíveis ...

Quando se aproximar o tempo da vinda do Anticristo, a inteligência dos homens será obscurecida pelas paixões carnais: a degradação e o desregramento acentuar-se-ão.

O mundo, então, tornar-se-á irreconhecível.

As pessoas mudarão de aparência, e será impossível distinguir os homens das mulheres, por causa do atrevimento na maneira de se vestir e na moda de seus cabelos.

Essas pessoas serão desumanas e como autênticos animais selvagens, por causa das tentações do anticristo.

Não se respeitará mais os pais e os mais idoso. O amor desaparecerá.

E os pastores cristãos, bispos e sacerdotes, serão homens frívolos, completamente incapazes de distinguir o caminho à direita, ou à esquerda.

Nesse tempo as leis morais e as tradições dos cristãos e da Igreja mudarão.

As pessoas não praticarão mais a modéstia e reinará a dissipação! A mentira e a cobiça atingirão grandes proporções, e infelizes daqueles que acumularão riquezas!

A luxúria, o adultério, a homossexualidade, as ações secretas e a morte serão a regra da sociedade. Nesse tempo futuro, devido o poder de tão grandes crimes e de uma tal devassidão, as pessoas serão privadas da graça do Espírito Santo, recebida no seu batismo, e nem sequer sentirão remorsos.

As Igrejas serão privadas de pastores piedosos e tementes a Deus, e infelizes dos cristãos que restarem sobre a terra, nesse momento!

Eles perderão completamente a sua Fé, porque não haverá quem lhes mostre a luz da verdade.

Eles se afastarão do mundo, refugiando-se em lugares santos, na intenção de aliviar os seus sofrimentos espirituais, mas, em toda a parte, só encontrarão obstáculos e contrariedades.

Tudo isto resultará do fato de que o Anticristo deseja ser o senhor de todas as coisas, e se tornar o mestre de todo o Universo.

Ele realizará milagres e sinais inexplicáveis.Dará também a um homem sem valor uma sabedoria depravada, a fim de descobrir um modo pelo qual um homem possa ter uma conversa com outro, de um canto ao outro da terra.

Nesse tempo, os homens também voarão pelos ares como os pássaros, e descerão ao seio do oceano como os peixes.

E quando isso acontecer, infelizmente, essas pessoas verão as suas vidas rodeadas de conforto, sem saber, pobres almas, que tudo isso é uma fraude de Satanás.

E ele, o ímpio, inflará a ciência da vaidade, a tal ponto que ela se afastará do caminho certo e conduzirá as pessoas à perda da Fé na existência de Deus, de um Deus em Três Pessoas...

Então, Deus, infinitamente Bom, verá a decadência da raça humana, e abreviará os dias, por amor do pequeno número daqueles que deverão ser salvos, porque o Inimigo desejaria arrastar mesmo os eleitos à tentação, se isso fosse possível.

Então a espada do castigo aparecerá de repente e derrubará o corruptor e seus servidores.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Doutores da igreja

JERÔNIMO (349-420)
"A nossa casa, quanto aos seus recursos materiais, foi completamente arruinada pelas perseguições dos hereges. Contudo, Cristo estava conosco. Por isso, a nossa residência continua cheia de riquezas espirituais. Vale mais mendigar o pão do que perder a fé". (Conclusão da carta 134)

CIRILO DE ALEXANDRIA (380-444)
"Estou espantado de que existão cristãos que se interroguem: A Santa Virgem deve ser chamada Mãe de Deus? Com efeito, se Nosso Senhor Jesus Cristo é Deus, como é que a Virgem que O trouxe e deu à luz não seria Mãe de Deus? Foi precisamente essa fé que os Santos Apóstolos nos transmitiram, mesmo que não usassem este nome."(Carta aos monges egípcios, em 429).

LEÃO MAGNO (+ 461)
"Não participam de maneira nenhuma na regeneração de Cristo aqueles que negam o seu nascimento corporal da Virgem Maria. Deste modo, negadores da verdade da Natividade, não aceitam de modo nenhum a verdade da sua Paixão. E negam que aquele que eles não reconhecem tenha sido sepultado, tenha verdadeiramente ressuscitado." (Quarto sermão para o Natal, 4)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Eu estou chegando

video

Não é mole não,Ronaldo é mais um louco que vem jogar no coringão.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Maria mãe de DEUS


Eis Aí Tua Mãe

João, era o discípulo amado de Jesus
Em seu coração havia, grande necessidade do seu amor
Aos pés da cruz, vendo seu mestre partir
Quanta solidão, já não sabia aonde ir
Disse Jesus: "Mulher eis aí o teu filho; filho, eis aí tua mãe"
Se a saudade aperta ainda o teu coração
E a estrada deserta não parece ter fim
Hoje deixo contigo força e direção
Olha pra ela e espera por mim
Não temas em recebê-la por mãe
REFRÃO:Será o teu consolo

Teu colo materno
Pois lá está o esposo
Ama-a, ama-a, ama-a
Se a saudade aperta ainda o teu coração
E a estrada deserta não parece ter fim
Hoje deixo contigo força e direção
Olha pra ela e espera por mim
Não temas em recebê-la por mãe
REFRÃO:Será o teu consolo
Teu colo materno
Pois lá está o esposo
Ama-a, ama-a, ama-a

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Te louvo em verdade


Padre Marcelo Rossi

Mesmo na tempestade, mesmo que se agite o mar
Te louvo, te louvo em verdade
Mesmo na solidão, mesmo longe dos meus
Te louvo, te louvo em verdade
Pois somente eu tenho a ti, tu és a minha herança
Te louvo, te louvo em verdade
Mesmo que me falte as palavras, mesmo que eu não saiba louvar
Te louvo, te louvo em verdade
Mesmo na depressão, até na solidão
Te louvo, de louvo em verdade
Pois somente eu tenho a ti tu és a minha herança
Te louvo em verdade.